08 / 11 / 2018 - 12h06
Inter tem primeiro turno eleitoral, e associados devem votar

Na noite desta quinta-feira (08), o Internacional viverá o primeiro ato prático de seu processo eleitoral. Em reunião do Conselho Deliberativo, o primeiro turno da eleição do Conselho de Gestão para o biênio 2019/2020 será realizado. E a forte tendência é que os associados decidam o próximo comando do clube em votação após o fim do Campeonato Brasileiro.

Para que não tenha segundo turno das eleições, que é quando o associado apto vota, é necessário que uma das duas chapas concorrentes tenha ao menos 85% dos votos no Conselho.

Mas como o número de representantes da torcida egressos de movimentos de oposição é maior do que 15%, é muito improvável que isso ocorra.

Concorre à presidência Marcelo Medeiros, atual presidente do clube, com João Patrício Herrmann, Alexandre Chaves Barcelos, Humberto Cesar Busnello e José de Medeiros Pacheco como vice-presidentes. Eles representam a Chapa 01, chamada "Paixão, Trabalho e Resultado".

Pela Chapa 02, o candidato à presidência é Luciano Davi, com Dannie Dubin, José Amarante, Roberto Siegmann e Guilherme Osório como vice-presidentes. A chapa oposicionista carrega o nome de: "O Inter que Queremos".

Na última segunda-feira, as duas chapas explicaram aos conselheiros, em uma reunião, seus planos para os próximos dois anos do clube. Os associados também puderam acompanhar por meio de transmissão pela internet.

Confirmando-se o cenário de segundo turno, os associados do Inter elegem sua chapa preferida para o Conselho de Gestão no dia 8 de dezembro.

E não será a única eleição que ocorrerá no Inter no fim deste ano. Ainda há a renovação de 150 cadeiras no Conselho Deliberativo. Neste pleito, as chapas serão apresentadas nesta sexta, e e a votação é feita pelos associados no mesmo dia da eleição presidencial.

No caso da renovação do Conselho, o associado irá escolher entre chapas e não de forma nominal. O percentual de votos é que determina quem serão os novos conselheiros, que são inscritos em ordem pelos grupos que representam.


FONTE : UOL
   


Publicidade