21 / 10 / 2018 - 12h03
Grêmio: Renato Gaúcho ganha problema extra e monta quebra-cabeça contra o River

Renato Gaúcho confirmou um dos temores da torcida do Grêmio: não terá Luan e Everton diante do River Plate na próxima terça-feira. Sem a dupla, o treinador precisa montar um quebra-cabeças para não perder qualidade ofensiva no duelo de ida da semifinal da Libertadores.

De cara, a primeira opção é Alisson. O meia-atacante é o substituto natural de Everton pelo lado esquerdo. Mas na vaga de Luan não há um imediato e cria-se um dilema para substituição.

A tendência é que Thaciano apareça na equipe, mas as características dele são bastante diferentes. O jogador egresso do Boa Esporte rende mais vindo de trás e foi utilizado frequentemente como volante. Cícero, que tem atuado mais recuado, é outra alternativa para a criação. Ou até mesmo promover a entrada de Douglas no setor. Marinho, que até poderia ser alternativas, deixou um treinamento na semana passada com uma entorse no tornozelo direito. 

Restam ainda outras dúvidas. Marcelo Grohe, Léo Moura, Cortez e Ramiro vivem incerteza sobre utilização. E o clima de desfalques já preocupa o técnico Renato Gaúcho mais do que o normal, tanto que diante do América-MG, no sábado pelo Brasileiro, nem mesmo as primeiras opções foram utilizadas desde o início. Douglas e Pepê, por exemplo, começaram no banco.

"O River é um grande time. Respeitamos muito a equipe deles. Para mim são quatro grandes clubes nas semifinais da Libertadores. Grêmio, Palmerias, Boca e River. Tudo pode acontecer. São 180 minutos, os primeiros 90 lá na Argentina, depois aqui na Arena. Duas grandes torcidas, grandes clubes. Nós respeitamos eles, mas pode ter certeza que eles respeitam o Grêmio também", disse Portaluppi.

O Grêmio embarca neste domingo para Argentina. O duelo com River está marcado para terça-feira às 21h45 (de Brasília), no estádio Monumental de Nuñez.


FONTE : UOL
   


Publicidade