Guardiola cita Tite e se irrita com visto negado para Douglas Luiz
 10 / 08 / 2018 - 12h28
Guardiola cita Tite e se irrita com visto negado para Douglas Luiz

A dois dias da estreia na Premier League, Josep Guardiola externou profunda irritação com a impossibilidade de ter mais um brasileiro no elenco do Manchester City, que inicia a defesa do título inglês diante do Arsenal no domingo, em Londres. Nesta sexta-feira (10), Pep reclamou da decisão da Football Association, a federação inglesa, de não conceder a permissão de trabalho a Douglas Luiz, contratado por R$ 49 milhões do Vasco da Gama, em julho de 2017.

"É muito difícil entender que pessoas que não veem o Douglas no dia a dia do treinamento julgam se ele tem qualidade para jogar (na Inglaterra). E ele tem capacidade para isso. Eu e o técnico do Brasil, Tite, sabemos muito mais do que quem julga se um jogador tem qualidade", afirmou o treinador catalão em entrevista coletiva no City Football Association (CFA).

O meio-campista de 20 anos agradou à comissão de Guardiola na pré-temporada realizada nos Estados Unidos, onde ele foi titular diante do Bayern de Munique e do Borussia Dortmund. Antes disso, Douglas havia sido emprestado ao Girona, clube pertencente ao City Football Group, para ganhar experiência.

"Estou muito triste e decepcionado pelo o que aconteceu com Douglas, porque ele mostrou que poderia nos ajudar. É um jogador com enorme capacidade, por isso fizemos o investimento e planejamos o pedido de permissão de trabalho".

O jovem jogador terá de ser reemprestado. O Girona quer o atleta de volta, mas o City avalia outras possibilidades. Douglas Luiz estava nos planos de Guardiola para ser reserva de Fernandinho, depois da saída de Yaya Touré do clube. Ederson, Danilo e Gabriel Jesus são os outros brasileiros do elenco.

Confira abaixo outros trechos da entrevista coletiva de Guardiola.

Suposto interesse da seleção argentina

Estou decepcionado com o presidente da Federação Argentina, porque ele não pode dizer que não me contratou por causa do meu salário. Primeiro, ele precisa saber o quanto eu ganho. Depois, eu sei o que o projeto de seleção é totalmente diferente. E por último, e o mais importante, ninguém me procurou. O treinador da Argentina tem de ser argentino, e eles têm ótimos técnicos.

Fechamento da janela inglesa mais cedo

Prefiro o jeito anterior, as outras ligas podem comprar outros jogadores na Inglaterra, e nós não temos como reagir. O cenário ideal é a janela se encerrar ao mesmo tempo para todos os países. Foi a primeira vez, tudo bem. Talvez isso pode ser revisto no futuro. Mas a parte boa é poder começar a temporada já com todos os jogadores que terei à disposição.

Klopp apontou o City como favorito ao bicampeonato

Obrigado pela gentileza, Jürgen. Há nove anos eu vivo nessa situação, então não tenho problemas com isso. Desde que vencemos o Triplete com o Barcelona (em 2008-09), é a mesma situação.

Ryiad Mahrez, ex-Leicester, o único reforço

Ele conhece a Premier League, então isso facilita muito o nosso trabalho. Atualmente os jogadores se integram rapidamente quando mudam de clube. Em três dias ele já era mais um do nosso grupo.

A preparação do elenco em busca do título inglês

Os jogadores me mostraram em duas temporadas, sobretudo na última, que podemos confiar neles. Então acreditamos que temos um bom elenco. Nós não podemos gastar sempre da maneira que fizemos na temporada passada, quando decidimos investir porque tínhamos sete ou oito jogadores com mais de 30 anos quando chegamos ao clube.


FONTE : UOL