11 / 06 / 2018 - 12h18
Gabriel admite queda de rendimento e espera Corinthians "de cabeça fria"

O jejum de três jogos sem vitória do Corinthians no Campeonato Brasileiro está incomodando o volante Gabriel. Mais do que isso, o próprio rendimento dentro de campo está gerando uma insatisfação no jogador, que espera um time de "cabeça fria" nesta quarta-feira, contra o Bahia, em Salvador, minando a ansiedade e minimizando os erros cometidos em conjunto. Para o camisa 5, trata-se de uma vontade de ajudar o técnico Osmar Loss a dar certo.

"Sabemos que o momento não é dos melhores, até porque as vitórias não estão acontecendo da maneira que queremos. A cobrança é encarada com naturalidade. A bola bateu na trave e não entrou, talvez antes entrasse. Vamos com tranquilidade. O time está um pouco ansioso até por querer ajudar o Loss, estamos tomando algumas decisões precipitadas. Temos de ter um pouco mais de tranquilidade, para não deixar tudo ir por água abaixo. É ter a cabeça fria. Detalhes vão ser corrigidos", analisou o jogador.

Gabriel também fez sua auto-análise e admitiu que pode melhorar de rendimento. O camisa 5 chegou a perder a vaga para Ralf na equipe titular, mas, após a lesão do veterano, recuperou seu espaço e deve ser mantido na equipe para o jogo contra o Fluminense.

"Nós somos seres humanos e vivemos de momentos. Jogador de futebol é assim. Eu tenho minha auto-crítica individual. Não preciso mais provar nada a ninguém. Eu sei que eu e os jogadores aqui sabem que podem melhorar. Eu falei no final do jogo contra o Vitória, sei que não vivo o momento que queria viver como estava desde quando cheguei no Corinthians. Os últimos jogos não vão apagar o que fiz e o que farei. Vou procurar trabalhar cada vez mais para voltar a jogar bem", ponderou.

Para Gabriel, o segredo é tentar começar a fazer algo diferente e, assim, colher outro resultado no torneio de pontos corridos. Nesta quarta-feira, o último desafio antes da pausa para a Copa do Mundo será contra o Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador, às 21h45, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro é o nono colocado.

"A torcida sempre está nos apoiando, lotam o estádio. Cobrança é normal. Tentar fazer algo diferente, concentrar um pouco mais para a vitória acontecer. Temos um jogo importante contra o Bahia, em Salvador. Faremos de tudo para vencer. Bahia também está pressionado, pode ser que a gente encontre espaços. Resultado que pode ser primordial para nós, para darmos um salto na tabela, que está embolada", finalizou o jogador.


FONTE : UOL
   


Publicidade