13 / 01 / 2018 - 12h07
Fluminense: após fracasso na Copa SP, diretor diz que acidente com técnico pesou

Eliminado ainda na primeira fase da Copa São Paulo de Juniores, o Fluminense, clube que se orgulha de ter uma das melhores divisões de base do Brasil, busca explicações para o insucesso.

Para Marcelo Teixeira, diretor esportivo das categorias inferiores do Flu, os motivos são muitos. Mas, segundo ele, o acidente com o técnico Leo Perkovich foi fundamental para a queda de rendimento da equipe. Após um desastre automobilístico, o uruguaio perdeu dois dos três filhos que viajavam com ele. O time foi dirigido de forma interina por Marcelo Veiga, coordenador da base tricolor.

"Não é o momento de dar desculpas e entendemos a chateação do nosso torcedor, mas é preciso analisar o cenário de forma mais ampla, não se pode analisar futebol de forma isolada. A primeira coisa que tem que se levar em conta é o acidente do nosso treinador. Existe uma ligação muito forte dos meninos com o Leo e isso foi notado ao longo da competição, até mesmo pela iniciativa deles de entrarem em campo de mãos dadas, mostrando que estão juntos com o treinador", ressaltou Teixeira.

O dirigente lembrou ainda que a base forneceu três jogadores para a delegação tricolor que disputa a Florida Cup, além de outros cinco que estão no Samorin, filial eslovaca do Flu:

"Acreditamos que esse processo de formação da pessoa e do atleta em um contexto internacional e profissional é muito mais relevante para o futuro do atleta do que disputar a Copa SP ou o Carioca Sub-20".

Teixeira assegura que o resultado ruim não mudará em nada o trabalho realizado em Xerém. Ele diz que a meta principal segue sendo a de municiar a equipe profissional com os talentos surgidos na casa.


FONTE : UOL
   


Publicidade