25 / 10 / 2016 - 07h02
Vítima de ?The Walking Dead? comemora: 'Foi uma morte tão icônica'

Aviso, o texto abaixo contém spoilers para quem não viu o primeiro episódio da sétima temporada de The Walking Dead.

Enquanto os espectadores de The Walking Dead tentam se recuperar das mortes brutais exibidas no episódio deste domingo, o primeiro da sétima temporada, Steven Yeun, ator que interpreta Glenn, afirma que esperava ansiosamente pelo momento. O próprio foi uma das vítimas de Negan (Jeffrey Dean Morgan) e sua arma Lucille " um taco de beisebol revestido de arame farpado. A cena da TV repetiu a passagem das histórias em quadrinhos que inspiram a série, assinadas por Robert Kirkman.

"Para mim, a morte na HQ foi escrita de uma maneira tão absurda, e ao mesmo tempo tão incrível, que conseguiu causar um grande impacto na história como um todo", diz Yeun ao site da revista americana Entertainment Weekly.

Enquanto muitos torciam para que os produtores da série não seguissem a HQ, Yeun queria muito que a sequência fosse fiel à trama original. "Quando li a HQ, não queria que aquela cena fosse de mais ninguém. É uma morte tão icônica. Acho que cheguei a dizer: "Não entreguem esse momento para outra pessoa"", diz o ator. "É estranho falar isso, mas, honestamente, fazer aquela cena na TV foi muito corajoso."

A morte de Glenn foi um segredo guardado por meses, desde o fim da sexta temporada, em abril deste ano. Yeun conta que, inicialmente, foi divertido saber de algo sobre o que outras pessoas especulavam. "Foi bacana, eu andava com uma cara de "É, eu sei algumas coisas". Mas, depois de um tempo, comecei a ficar chateado por saber de algo sozinho. No começo, era divertido mentir para as pessoas, mas depois preferi parar de comentar o assunto."

Sobre o fim do personagem, o ator garante que ele deixou um legado e que suas últimas palavras, direcionadas à esposa Maggie (Lauren Cohan), são carregadas de significado. "Acho que o Glenn morreu ao seu modo. Ele continuou não pensando nele mesmo. Foi apropriado para ele e também para o grupo. Ficou uma mensagem de "Cuidem uns dos outros"".

(Com informações da VEJA.com)


FONTE : 180graus
   


Publicidade