16 / 09 / 2020 - 15h09
PT confirma candidatura de Benedita no Rio: "Vamos seguir cartilha do Lula"

O PT confirmou hoje de manhã a pré-candidatura da deputada federal Benedita da Silva para a Prefeitura do Rio em convenção transmitida pela internet. O partido associou a imagem dela ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao anunciar a chapa, em uma aliança formada com o PCdoB.

Lula gravou uma mensagem de apoio, reproduzida durante a transmissão. Evangélica, Benedita também discursou para os religiosos. O partido reforçou a importância de aumentar a representatividade na Câmara de Muncipal. O registro das chapas deve ser confirmado até 26 deste mês.

Em seu depoimento, Lula discursou sobre uma forma de governar a favor do povo e elogiou Benedita. "No Rio, a Benedita está preparada para fazer as mudanças que o nosso povo precisa", disse.

Em seguida, Tiago Santana, presidente municipal do PT, associou a imagem do ex-presidente à disputa nas eleições do Rio. Na ocasião, ele também fez referência aos "Guardiões de Crivella", como era chamado o grupo de WhatsApp formado por servidores, investigado por monitorar e impedir reportagens sobre a crise da saúde pública em frente a hospitais municipais.

Vamos seguir a cartilha do Lula cuidando dos mais pobres e do povo. Nós queremos ser os guardiões do povo. O povo é que precisa ser guardado em relação aos desmandos e ao abandono da prefeitura de Crivella, que disse que ia cuidar das pessoas e não tem cuidado de ninguém
Tiago Santana, presidente municipal do PT

Em seu discurso, Benedita também citou Lula em duas ocasiões. Na primeira, falou sobre o vigor do ex-presidente para, em seguida, reforçar a própria candidatura.

"Eu tenho 78 anos de idade. Não estou com o vigor de 30 anos de Lula. Mas tenho o vigor da coragem e da determinação. Porque eu sou mãe, eu sou avó, eu sou bisavó. Quero que eu seja alguém que eles possam olhar e dizer: "apesar da idade, ela foi em frente"", disse.

Em outra ocasião, voltou a falar do ex-presidente petista para se posicionar sobre uma retomada de crescimento da cidade do Rio.

Como ensinamento do Lula, o Rio de Janeiro pode voltar a crescer. Mas não só embaixo do morro [no asfalto]. Ele vai crescer também em cima no morro [nas favelas]
Benedita da Silva, pré-candidata à Prefeitura do Rio pelo PT

Ela ainda citou a tentativa de aliança entre PT e PSOL, que não chegou a se concretizar —Benedita tinha um acordo para ser vice em uma chapa que seria encabeçada pelo deputado federal Marcelo Freixo, que acabou não se concretizando após o parlamentar anunciar a desistência da sua candidatura, em maio. Em seguida, ela disse que aceitou o convite feito pelo PT para encabeçar a candidatura.

"Me coloquei à disposição para ser vice na aliança que o partido procurava, para o fortalecimento da esquerda. E esse partido não conseguiu naquele primeiro momento essa unidade", disse.

De olho no eleitorado evangélico, reforçou ser pentecostal. "O PT sabe que sou mulher que oro, que visito os enfermos, que visito as prisões, que vou nas favelas muito antes do nascimento do Partido dos Trabalhadores. E eu continuo essa Benedita militante nas minhas causas sociais", disse.

Benedita também destacou a preocupação em ampliar da bancada do partido na Câmara Municipal. "Teremos condição de fazer uma boa bancada. O Partido dos Trabalhadores merece e precisamos levantar na Câmara as nossas bandeiras", disse.

Os vereadores Reimont e Luciana Novaes também participaram da transmissão para falar sobre o tema. "Estamos lutando para ter uma bancada maior. Me coloco à disposição para que o PT", disse Luciana.

Reimont, que elogiou a costura nos bastidores para firmar a aliança com o PCdoB, se posicionou como parceiro dos candidatos a vereador do partido.

Nós somos parceiros. A gente luta na mesma trincheira. Os nossos adversários são aqueles que querem armar a cidade com armas de fogo. Queremos armar a cidade com oportunidades
Reimont (PT), vereador do Rio